Permanência de detentos com crimes graves é solicitada

por Luana Lobato Raddatz publicado 07/04/2020 16h37, última modificação 07/04/2020 16h37
A Câmara Municipal de Uruguaiana solicita ao Ministério Público Federal que ingresse com ações individuais para permanência na Penitenciária Modulada dos detentos condenados por crimes graves.

            O presidente do Legislativo, vereador Irani Fernandes, encaminhou na segunda-feira, dia 6 de abril de 2020, ofício justificando o pedido e pedindo providências.

            O Conselho Nacional de Justiça fez a recomendação a todos os estados para que haja progressão das penas para o sistema aberto, semiaberto ou prisão domiciliar. De acordo com o parlamentar, a Defensoria Pública indicou à vara de execuções a liberdade provisória ou prisão domiciliar com urgência de presos por homicídio qualificado, por exemplo.

            Nossa preocupação como representantes da sociedade está exatamente na natureza dos crimes, praticados com gravidade, os quais a defensoria pede a liberdade indistintamente, o que já é sabido que andarão por ai cometendo mais crimes”, contextualizou Irani.

              O documento indica o recolhimento à prisão desses detentos, a fim de proporcionar segurança à sociedade, e que haja determinação aos órgãos competentes de severa fiscalização daqueles que permanecerem em prisão domiciliar.