Estrutura dos Bombeiros para incêndios no campo é questionada

por Luana Lobato Raddatz publicado 27/09/2022 12h53, última modificação 27/09/2022 12h53
Informações sobre a estrutura da corporação de Bombeiros de Uruguaiana para o enfrentamento de incêndios na zona rural serão solicitas pela Câmara Municipal de Uruguaiana ao Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul.

            O requerimento e a preocupação foi apresentada na reunião do dia 27 de setembro de 2022, pelo vereador Celso Duarte (PP).

             Na manifestação, o parlamentar relembrou as centenas de ocorrências de incêndios nas áreas rurais no verão do ano passado que provocaram prejuízos a agricultores e pecuaristas, com a queima de vegetação e mortes de animais, além do risco aos próprios moradores.

           “Um novo verão quente e seco se aproxima, então nosso requerimento se dá com essa perspectiva de cenário que vai se repetir, um drama que todos acompanhamos. Quais as medidas o Comando dos Bombeiros está prevendo para este enfrentamento é nosso principal questionamento”, afirmou Celso Duarte.

          Durante a exposição, o vereador também fez referência à alteração no destino dos recursos Fundo Reequipamento do Corpo de Bombeiro (Furebom) que passou a ser gestado centralizadamente pelo estado, não mais localmente pelo quartel das cidades.

            “Buscamos uma prestação de contas sobre os valores que vem do Fundo Estadual, já que Uruguaiana segue mandando recursos. A conta tem que ser equilibrada e precisamos de investimentos, na semana passada, uma viatura precisou ser improvisada para acessar a vegetação”, registrou Celso.